28 de junho de 2012

Casa mal assombrada

Numa cidade velha e afastada,
ninguém queria pisar.
Pois uma casa mal assombrada,
havia naquele lugar.

Fantasmas, assombrações,
tudo o que ninguém viu.
Mas quando um menino chegou lá,
muito pressentiu.

Sua curiosidade era tanta,
que na casa decidiu entrar.
Só que quando chegou à porta,
seus cabelos começaram a arrepiar.

Na porta o menino bateu,
e um fantasma atendeu.
Nos olhos dele o garoto olhou,
e logo um grito soltou.
Viu que tudo era um pesadelo,
e num susto ele acordou.

Tudo aquilo tinha sido uma fantasia,
fantasmas não existem.
São apenas fruto da imaginação,
que cada vez mais persistem.

(MAGNANTI, Giovanna; 12 anos)
Compartilhe:
 

Furtando Textos ₢ 2012-2013 Template por Template Para Blogspot customizado por Gui Spigolan